abril 28th, 2017

admin

(0) Comentarios!

Dia Mundial da PI: conheça brasileiros que transformaram nosso dia a dia

omo parte das comemorações do Dia Mundial da Propriedade Intelectual de 2017, sob o tema “Inovação – Melhorando Vidas”, o INPI reuniu algumas patentes concedidas pelo Brasil, nos últimos cem anos, para ilustrar o esforço de pesquisa e a criatividade dos brasileiros, entre famosos e pessoas comuns, homenageando aqueles que promoveram o progresso em todo o mundo a partir de suas ideias inovadoras.

São inventos que salvam vidas, como o soro contra veneno de cobras e o coração artificial, até utensílios que facilitam o nosso dia a dia, caso do consagrado escorredor de arroz inventado por uma dona de casa ou a tampa abre-fácil do requeijão, geleias e outras conservas.

Abaixo, clique nas imagens das patentes para ampliar.

Inventor: Vital Brazil Mineiro da Campanha
Patente: Processo para fabricação de soros antipeçonhentos –  Nº. 9596 / Ano 1917

Clique para ampliar

A invenção de Vital Brazil, médico e sanitarista considerado um dos grandes nomes da história da ciência, vem salvando milhares de vidas há mais de um século. Nessa patente, ele descreve o processo para a fabricação de soro anticrotálico, antibotrópico, antielapineo e antiofídico, todos contra picadas de várias espécies de cobras venenosas.

Inventor: Alfredo Marins
Patente: Estrado Ideal – Nº. 9593 / Ano 1917

Patente_2.jpg
O estrado de madeira para cama, inventado por um funcionário público, era constituído de “tabuinhas” ligadas entre si por uma cadeia metálica e uma correia, podendo se enrolar e desenrolar para ser removido da cama, “facilitando a higiene devido ao seu diminuto peso”. Era um conforto e tanto para cem anos atrás.

Inventor: José Bento Monteiro Lobato
Patente: Dispositivo de forno para reduzir minério – Nº. 22591 / Ano 1935

Clique para ampliar

Quem poderia imaginar que essa patente seria do notável Monteiro Lobato, escritor, advogado e industrial, que também foi o “pai” de Pedrinho, Narizinho e a boneca Emília, do clássico “Sítio do Picapau Amarelo”. A invenção permitia produzir ferro gusa como se fosse em alto forno, substituindo a câmera de resfriamento por uma cuba circular. Para efeito apenas de ilustração, a imagem aqui reproduzida é de um invento parecido com o de Monteiro Lobato, não disponível na patente original.

Inventor:  Raimundo da Silva
Patente: Aparelho Televoto – Nº. 26806 / Ano 1951

Patente_4.jpg
Precursor da urna eletrônica, o aparelho televoto teve a patente concedida há mais de sessenta anos. Já naquela época ele identificava o candidato pela foto, nome e número. O televoto era muito democrático e poderia ser utilizado pelos eleitores em qualquer lugar, inclusive em bares, segundo reivindicou o seu criador, que era radiotelegrafista.

Inventora: Therezinha Beatriz Alves de Andrade Zorowich
Patente: Escorredor de arroz – Nº. 71404 / Ano 1959

Patente_5.jpg

 

 

A invenção da cirurgiã-dentista, que estava cansada de ver sua pia se encher de arroz todos os dias na hora de escorrer a água da lavagem, faz sucesso na maioria dos lares há meio século. Ela usava uma bacia para lavar o arroz e uma peneira para escorrê-lo. Então teve a ideia de unir as duas coisas, formando o escorredor de arroz.

Inventor: Arnaldo Rojek
Patente: Tampa abre-fácil – Nº. PI 9101018 / Ano 1995

Patente_6.jpg

 

Essa invenção transformou a indústria de alimentos, dispensando o auxílio de utensílios, como facas e abridores improvisados, que exigiam esforço e malabarismo para abrir vidros e latas. Hoje é muito mais fácil abrir o requeijão, a geleia e todo tipo de conservas, com o sistema de fechamento a alto vácuo, sem machucar dedos e mãos.

Inventores: Aron José Pazim de Andrade e Denys Emílio Campion Nicolosi
Coração artificial eletromecânico – Patente PI 9900391-0 B1 / Ano 2009

Patente_7.jpg

 

 

Inventado por um engenheiro elétrico e outro mecânico, o coração artificial auxiliar bombeia o sangue em paralelo ao coração natural do paciente auxiliando a manter o débito cardíaco e as pressões sanguíneas. Mais barato que modelos estrangeiros, ele tem a missão de salvar as vidas daqueles que estão na fila do transplante cardíaco.

 

Inventor: José Renato Dibo
Garrafa e método de construção civil utilizando garrafa – Patente BR 10 2013 023892 9 B1 / Ano 2016

Patente_8.jpg

 

 

Além de acondicionar líquidos, esta garrafa foi propositalmente desenvolvida para utilização na construção civil, na busca de tecnologias e alternativas sustentáveis. O método proposto pelo arquiteto José Dibo permite que qualquer pessoa monte e construa uma casa com facilidade e com baixo custo.

Inventor: Leopoldo Gonçalves Pinto de Aquino Almeida
Abridor de sachê – Patente MU 8800326-4 / Ano 2017

Patente_9.jpg
A finalidade dessa patente é possibilitar uma maneira rápida, higiênica e prática de abrir os sachês de mostarda, maionese, vinagre, azeite e outros temperos. Com o invento, as verdadeiras brigas para abrir os “saquinhos” ficaram no passado.

 

FONTE : http://www.inpi.gov.br/noticias/no-dia-da-pi-conheca-brasileiros-que-transformam-nosso-dia-a-dia/view

 

julho 21st, 2016

nwmidia

(0) Comentarios!

10 novidades sobre o mercado que você precisa saber

São Paulo – Confira as principais novidades do mercado desta terça-feira (21):

Odebrecht admitirá que controlava caixa dois para Dilma

No acordo de delação premiada na Lava Jato, o ex-presidente da Odebrecht Marcelo Odebrecht vai admitir que controlava pessoalmente os recursos legais e ilegais transferidos para as campanhas presidenciais de Dilma Rousseff, segundo a Folha de S.Paulo.

O jornal garante que alertou a presidente sobre as investigações aos pagamentos feitos pela Odebrecht a João Santana, 24 dias antes de Marcelo ser preso, mas que a presidente não teria lhe dado ouvidos.

Pedido de recuperação judicial da Oi é o maior da história

A empresa de telefonia Oi protocolou um pedido de recuperação judicial que inclui R$ 65,4 bilhões em dívidas.

O valor é o maior já pedido no país – o recorde, até então, era da OGX, do empresário Eike Batista, de R$ 11,2 bilhões, feito em 2013.

Bancos têm exposição relevante à Oi

Os bancos brasileiros têm exposição relevante à operadora de telefonia Oi, de acordo com o Valor Econômico. Na oferta de renegociação que foi rejeitada, a empresa informava que devia R$ 16,86 bilhões a diferentes bancos.

Além disso, a Oi também afirmou ter mais R$ 10,1 bilhões em garantias bancárias, relacionadas, em grande parte, a processos judiciais que enfrenta.

Vale negocia venda de ativos com asiáticas, dizem fontes

A Vale está negociando com empresas mineradoras da Ásia a venda de uma participação minoritária em seus ativos de minério de ferro no Brasil, que poderiam atingir US$ 7 bilhões, de acordo com pessoas familiarizadas com o assunto.
A maior produtora de minério de ferro do mundo também deve considerar “acordos de streaming”, disseram as pessoas, que pediram anonimato porque as discussões são privadas. Nenhum negócio foi fechado e as negociações podem não resultar em acordo

Volkswagen deixará de fabricar mais de 40 modelos

A Volkswagen irá deixar de produzir mais de 40 modelos de automóveis do seu portfólio, segundo o jornal alemão Handelsblatt. “A decisão de quantos modelos serão descontinuados ainda não foi tomada”, disse uma fonte ao veículo.

Em contrapartida, a maior montadora da Europa anunciou semana passada que iria investir bilhões em 30 novos modelos de carros elétricos nos próximos 10 anos.

Eletrobras se defende em ação nos EUA

A Eletrobras voltou a pedir o indeferimento de todas as ações movidas contra a companhia em ação coletiva em Nova York, de acordo com o Valor Econômico.

No pedido, a Eletrobras tenta desmentir a imagem de que esteja atravessando uma crise análoga à da Petrobras, avaliando que investigadores ignoram “diferenças essenciais entre os casos”.

México adiciona US$ 1,5 bi à receita anual da Braskem

A produção de polietileno em um novo complexo petroquímico no México, que será inaugurado na quarta-feira, vai acrescentar US$ 1,5 bilhão ao faturamento anual da Braskem.

O complexo já começou a operar em março, com atraso de cerca de três meses. A unicade pode produzir 1,05 milhão de toneladas por ano de polietileno, segundo o Valor Econômico.

Grupo Dasa volta às compras após 5 anos

A Dasa anunciou a compra do Laboratório Gaspar, no Maranhão, por R$ 59,4 milhões, depois de cinco anos sem novas aquisições, de acordo com o Valor Econômico.

A aquisição marca a entrada da Dasa no Maranhão e amplia a presença no Nordeste, onde a empresa já tem unidades em Ceará, Pernambuco e Bahia.

JPMorgan ajudará Gol em restruturação, dizem fontes

A Gol Linhas Aéreas Inteligentes contratou o JPMorgan Chase & Co. para ajudar empresa a obter a aprovação de credores em sua reestruturação de US$ 780 mi em notas de dívida externa, disseram duas pessoas com conhecimento direto do assunto.

O JPMorgan vai ajudar a Gol a falar com investidores de varejo, disse uma das pessoas que pediu para não ser identificada porque o assunto não é público.

O PJT Partners se mantém como consultor financeiro da Gol.

Acordo com Estados custará R$ 50 bilhões ao governo

O governo federal chegou finalmente a um acordo com os Estados sobre as dívidas destes com a União, mas a proposta aprovada custará R$ 50 bilhões aos cofres públicos nos próximos três anos.

As parcelas mensais foram suspensas pelos próximos seis meses, o que faz com que grande parte do impacto da renúncia seja sentido ainda este ano – cerca de R$ 20 bilhões.

Fonte – Exame Abril 

julho 14th, 2016

nwmidia

(0) Comentarios!

Com foco na redução do backlog, INPI aperfeiçoa apostilamento de marca

O INPI publicou, na Revista da Propriedade Industrial (RPI) de 31 de maio de 2016, a Resolução nº 166/2016, que institui um novo padrão de apostila para registros de marcas. Com a entrada em vigor da resolução, no dia 1º de junho, os certificados de registro de marca terão a seguinte informação: “A proteção conferida pelo presente registro de marca tem como limite o disposto no artigo 124, incisos II, VI, VIII, XVIII e XXI, da Lei nº 9.279, de 14 de maio de 1996”.

Veja o certificado no modelo anterior (apostila caso e caso) e no modelo atual (apostila padrão).

Ainda segundo o artigo 3º da norma, “as apostilas conferidas nos atos de deferimento dos pedidos de registro de marca antes da vigência desta resolução serão mantidas”. Portanto, nesses casos, as apostilas já conferidas serão reproduzidas nos certificados de registro, nas segundas-vias e nas prorrogações, conforme este modelo.

A apostila caso a caso era usada para esclarecer que determinadas expressões não são de uso exclusivo do titular do registro, tal como o faz a Lei 9.279/1996. A partir da edição desta Resolução, a apostila caso a caso foi substituída por um padrão de apostila. Esta mudança, iniciada pela edição da Resolução INPI/PR nº 161/2016, reflete um conjunto de medidas que vêm sendo adotadas pela autarquia para reduzir o backlog.

Durante anos, a apostila caso a caso refletiu-se no número de recursos administrativos. Entretanto, é importante destacar que a mudança de procedimento não altera os critérios de exame de registrabilidade. A adoção do padrão de apostila permanece com a finalidade de esclarecer o alcance da proteção conferida pelo registro de marca, nos termos da Lei nº 9.279/1996.

– A nova apostila representa uniformidade de entendimento, transparência, celeridade, eficiência e segurança nas decisões técnicas proferidas nos exames de pedidos de registro de marca – afirma a Diretora de Marcas do INPI, Michele Copetti.

Fonte - INPI

maio 27th, 2015

nwmidia

(0) Comentarios!

Apple pede patente para hotspot mobile

A Apple requereu uma patente para um aparelho que simplifica a criação de pontos de acesso Hotspot à internet. Ele basicamente seria um cilindro de 5cm dedividido em duas metades, uma com antena e cartão SIM e a outra com uma bateria, que poderia ser trocada. Não teria nenhum botão ou configuração física, apenas por software.

Analistas acreditam que este seja um indício de que a empresa pretende tornar seu Apple Watch independente do iPhone em breve, provavelmente na próxima geração do relógio. Bastaria andar com o pequeno hotspot no bolso (ou pendurado no pescoço) para que o Watch tivesse acesso a internet via Bluetooth, sem prejudicar sua bateria interna. O hotspot portátil também serviria para fornecer internet móvel a tablets e computadores.

Fonte: Notícias Yahoo

maio 19th, 2015

nwmidia

(0) Comentarios!

JUSTIÇA DETERMINA QUE SAMSUNG VIOLOU PATENTES DA APPLE

DECISÃO EXCLUI O IPHONE, O QUE PODE REDUZIR O VALOR DA MULTA A SER PAGA PELA EMPRESA SUL-COREANA

462472766

Um tribunal federal de apelações dos Estados Unidos determinou nesta segunda-feira (18/05) que a Samsung violou várias patentes da Apple, mas não o conjunto do iPhone, o que pode reduzir o valor da multa a ser paga pela empresa sul-coreana.

O tribunal com sede em Washington, que se encarrega de supervisionar litígios relacionados com patentes, reafirmou assim o veredicto de um júri federal que concluiu, em agosto de 2012, que vários dispositivos da Samsung tinham violado patentes da Apple.

No entanto, o fato de o tribunal considerar que a Samsung não copiou o conjunto do smartphone da Apple deve reduzir a compensação prevista inicialmente em US$ 930 milhões.

A Samsung tinha solicitado que a multa fosse reduzida em US$ 382 milhões alegando que seus telefones não eram uma réplica do iPhone.

A Apple apresentou um processo contra a Samsung em 2011, no qual acusava a sul-coreana de violar patentes relacionadas com o design de seus dispositivos móveis.

A empresa americana ganhou o julgamento em agosto de 2012, no qual um júri federal determinou que a Samsung deveria pagar-lhe US$ 1,05 bilhão em danos.

Após várias revisões pelos tribunais, o montante ficou fixado em US$ 930 milhões, uma quantia que será avaliada novamente após o veredito de hoje.

Fonte: Época Negócios

abril 13th, 2015

nwmidia

(0) Comentarios!

iPhone pode virar tela para óculos inteligente

size_810_16_9_Samsung-Gear-VR-14-09-03

Gear VR: gadget da Samsung é parecido com novo produto patenteado pela Apple

Saulo Pereira Guimarães,
São Paulo – A Apple obteve nesta semana a patente de um novo gadget. Em formato de óculos, o aparelho usa o iPhone como tela para exibir conteúdo.

Sem prazo para sair do papel, a ideia pateteada pela Apple tem formato parecido com gadgets como o Oculus Rift. Na descrição do aparelho, a empresa afirma que ele será operado com o auxílio de um controle remoto.

Na parte frontal do gadget, há uma moldura vazada. “A moldura deve abrigar a tela de um dispositivo eletrônico portátil na frente dos olhos do usuário”, afirma o texto do projeto de patente registrado pela Apple.

É bom lembrar que esse não é o primeiro gadget com formato de óculos com encaixe para smartphones. Em setembro do ano passado, a Samsung anunciou oGear VR, que se baseia na mesma ideia.

Desenvolvido em parceria com a empresa Oculus VR, o gadget da Samsung é compatível com o smartphone Galaxy Note 4, que tem tela de 5,7 polegadas.

Fonte: Exame Abril 

abril 13th, 2015

nwmidia

(0) Comentarios!

5 inovações tecnológicas baratas que podem mudar o mundo

Despoluir rios, usar energia limpa e permitir que avanços tecnológicos andem ao lado da consciência ecológica por vezes se parecem inciativas impossíveis – ou, no mínimo muito caras. Mas ao observar a natureza e propor soluções inovadoras, algumas empresas estão mostrando que mudar o mundo não exige grandes quantias de dinheiro, mas pesquisa e boa vontade.

Confira 5 inovações tecnológicas de baixo custo que têm o potencial de mudar a forma como nos relacionamos com o planeta:

1. Biomatrix Floating Islands

Foi preciso que as torneiras de São Paulo (SP), uma das maiores metrópoles do mundo, secassem para que assuntos como o reuso de água e a despoluição de rios se transformassem em reais preocupações. Embora a recuperação de cursos d’água geralmente venham acompanhadas de preços de sete dígitos e prazos medidos em meses, há formas alternativas de despoluir rios e garantir que a pequena porcentagem de água doce existente no mundo se mantenha própria para consumo. Uma dessas iniciativas vem do Biomatrix Water, empresa escocesa que descobriu na própria natureza a resposta para despoluir águas.

Ao observar corais e o ecossistema aquático em rios e oceanos, a empresa conseguiu desenvolver produtos como o Biomatrix Floating Islands, uma série de ilhas artificiais ecológicas modulares capazes de acelerar a recuperação natural de um rio. Isso é feito aoestimular a presença de microorganismos “do bem”, que utilizam os poluentes como alimentoe permitir que raízes de plantas fiquem em contato direto com a água, servindo de abrigo para peixes e outras formas de vida. Com essas medidas, a biodiversidade do rio se mantém ainda mais viva, a poluição é decomposta pela própria natureza, sem que qualquer químico seja necessário e o rio fica mais bonito.

Por si só, essa iniciativa não faz milagres. Por isso, a estratégia de despoluição precisa acompanhar também medidas como a remoção do lixo sólido do rio e a criação de infraestrutura para evitar o descarte de  resíduos, bem como o uso de um reator que adiciona oxigênio à água. Além de serem personalizáveis, as ilhas demoram apenas algumas semanas para serem instaladas e têm um custo bastante reduzido. O sistema foi usado para a despoluição do Canal Paco, em Manila, na Filipinas. Considerado causa perdida, o canal já apresentou melhoras  relevantes em apenas um ano de tratamento com o Biomatrix. Veja:

biomatrix

biomatrix2

biomatrix3

Fotos © Biomatrix Water

2. CO2ube

excesso de dióxido de carbono na atmosfera tem provocado diversos problemas ecológicos e é apontado como um dos principais causadores do efeito estufa, o processo que causa o aumento na temperatura do planeta. Apesar de sabermos disso, mais de 1 bilhão de veículos movidos a combustíveis fósseis emitem grandes quantidades de dióxido de carbono todos os dias.

Ao buscar uma solução barata e eficiente para isso, os jovens Param Jaggi e Johnny Cohen , escolhidos pela Forbes como uma das 30 pessoas com menos de 30 anos mais importantes do mundo, criaram o CO2ube . O tubo especial, que tem um custo de cerca de US$ 30, éposicionado na saída do escapamento de veículos, permite transformar os resíduos da combustão, entre eles o dióxido de carbono, em substâncias que não fazem mal à natureza.

co2cube

Dentro do tubo, a fumaça passa por filtros especiais contendo algas desenvolvidas em laboratório e um processo químico bastante básico, resultando em água, carbonato de sódio (sal translúcido e não prejudicial ao meio ambiente), oxigênio e açúcares. Por se tratar de um processo natural de filtragem, o CO2ube possui um prazo de validade que vai de oito a dez semanas.

co2cube2 co2cube2

Fotos © CO2ube

3. E-nable

Próteses são fundamentais para ajudar deficientes físicos a terem uma vida independente e recuperarem a autoestima. Contudo, elas chegam a custar milhares de dólares para serem produzidas, o que inviabiliza seu uso por pessoas de baixa renda.

Com as impressoras 3D, entretanto, a tarefa de criar e imprimir uma prótese tem ficado cada vez mais simples. Para estimular isso e ajudar milhares de crianças deficientes em todo o mundo, foi criada a E-Nable , ou Enabling the Future, uma plataforma colaborativa que incentiva a troca de modelos detalhados tridimensionais e fomenta o debate sobre impressão de próteses. Do projeto participam engenheiros, fisioterapeutas, médicos e entusiastas da impressão 3D, que não raro oferecem seu conhecimento e recursos para imprimir próteses para crianças desconhecidas, em uma atitude realmente nobre.

Além de apresentarem um custo até 10 vezes menor, as próteses impressas em 3D demoram menos para ficarem prontas e podem ser personalizadas – no caso do projeto, que busca ajudar principalmente as crianças, divertidos temas de super heróis costumam ser aplicados às peças.

e-nable1

e-nable2

Baratíssimo9

Fotos © E-Nable

4. Ubiquitous Energy

Janelas, edifícios, carros e asfalto: pense em todas as superfícies que recebem luz solar e a desperdiçam, já que os raios poderiam ser utilizados para a produção de energia limpa. Emborapainéis solares sejam vistos com baixo custo-benefício devido ao preço alto e eficiência baixa, o sol ainda é uma mina de energia sustentável a ser descoberta. E a Ubiquitous Energy já começou a tirar melhor proveito disso.

A empresa desenvolveu uma lâmina adesiva transparente contendo células fotovoltaicas, capazes de captar a luz solar e convertê-la em energia, alimentando residências e áreas públicas. Ainda em fase de testes, o produto consegue converter 1% da luz captada (contra 20% dos painéis solares). Contudo, por ter um custo bastante reduzido e possibilidades de uso ampliadas (pense em fachadas de edifícios inteiras), o produto apresenta um potencial enorme para revolucionar a forma com que obtemos energia.

celulas-fotovoltaicas-transparentes3

celulas-fotovoltaicas-transparentes2

Fotos © Ubiquitous Energy

5. Starpath

Ainda pensando em usos inovadores da energia solar, foi criado o SolarPath. A solução sustentável, que pode ser aplicada em qualquer tipo de pavimento, capta os raios solares, converte-os em energia e a utiliza para iluminar-se durante a noite. 

Além do efeito espetacular, o StarPath substitui parte da iluminação pública e diminuindo custos e o uso da energia padrão, que vem de hidroelétricas e estações nucleares. A Pro-Teq, empresa que desenvolveu o produto, já realizou testes em trilhas do Christ’s Pieces Parks, em Cambridge, na Inglaterra, e garante que mesmo em dias de pouco sol, a energia captada é mais do que suficiente para iluminar o caminho e garantir mais segurança aos moradores. O StarPath também provoca um útil efeito antiderrapante e é à prova d’água.

 

Oferecimento: Subway

Estudo, pesquisa e reflexão, o que possibilita soluções como as mostradas acima, só funcionam quando o estômago está cheio. E falando em inovação e baixo custo, nada melhor para matar a fome do que o SUBWAY Baratíssimo de Frango, um delicioso sanduíche em que você escolhe o pão, o queijo, as saladas e os molhos e paga bem menos. Mais uma prova de que pra se ter qualidade nem sempre é preciso gastar muito.

Fonte: Hypeness