outubro 26th, 2016

nwmidia

(0) Comentarios!

Apple registra patente de sacola de plástico — e vira piada por isso

Em São Paulo, alguns supermercados tem uma prática maravilhosa de cobrar alguns bons centavos de reais para o usuário guardar as compras em uma sacola de plástico. Óbvio, estamos falando de sacolas comuns. Mas, e se essa sacola fosse desenvolvida pela Apple? Bom, talvez você pagasse mais que a conta final da compra.

Uma aplicação de patente preenchida pela Apple nesta semana mostra exatamente isso: uma sacola de compras. Contudo, a Maçã registrou uma patente que não faz uso do plástico como material principal, mas sim a celulose de árvores.

Acontece que, por causa dessa patente, a Apple está virando piada na internet. O programa televisivo CONAN fez até uma brincadeira com a iniciativa:

Se pudermos notar uma coisa, a Apple não está errada em preencher a patente, apesar de ser engraçado ver uma das maiores empresas de tecnologia do mundo se envolver neste ponto. Mas, se as sacolas plásticas fossem abandonadas por novas sacolas de celulose, meus amigos, teríamos uma possível revolução em vários meios de produção e, principalmente, no lixo gerado.

FONTE(S)THE VERGE

Fonte: Tecmundo

outubro 19th, 2016

nwmidia

(0) Comentarios!

Monsanto consegue a patente do brócolis

Empresa patenteou variação obtida com cruzamentos e seleções naturais; ONG protesta e organiza abaixo-assinado

por Ana Freitas

Empresa patenteou variação obtida com cruzamentos e seleções naturais (foto: Wikimedia Commons)
Empresa patenteou variação obtida com cruzamentos e seleções naturais (foto: Wikimedia Commons)

O Escritório Europeu de Patentes em Munique concedeu à francesa Monsanto no último dia de 16 de junho a patente do brócolis. Parece surreal, mas aconteceu: uma empresa chamada Seminis, cuja dona é a Monsanto, recebeu a patente EP 159765 do brócolis derivado de plantio convencional, derivado de cruzamento e seleção natural de vários tipos de brócolis, que pode acontecer de maneira induzida pelo ser humano ou mesmo naturalmente. A patente cobre as plantas, as sementes e a “cabeça cortada do brócolis”. A patente também descreve “uma pluralidade de tipos de brócolis… que crescem em plantios de brócolis.”

Se ficar com dúvidas, confira o documento completo da patente. É comum que empresas como a Monsanto, que entre outras coisas desenvolvem modificações genéticas para diversos tipos de plantas, patenteiem tipos especiais de determinada espécie, desenvolvidos em laboratório. Incomum é que essas empresas sejam capazes de patentear variações de determinado vegetal que foram obtidas somente de cruzamentos e seleções naturais em colheitas, como é o caso dessa vez.

A patente garante a Seminis a exclusividade no plantio dessa variação natural do brocólis. É como dar a alguém a patente de uma composição de água mineral específica, por exemplo. Anteriormente, o Parlamento Alemão e o Parlamento Europeu já tinha se manifestado contra a concessão de patentes do tipo, e na Europa, a ONG No Patents on Seeds! coletou mais de 2 milhões de assinaturas pela proibição de patentes de cruzamentos convencionais. A mesma ONG está organizando outro abaixo-assinado, contra essa patente em específico, e você pode assiná-la aqui.

O perigo, de acordo com a ONG, é que isso vire moda. De acordo com um documento da World Food Organisation, há uma tendência na indústria de biotecnologia de patentar cruzamentos convencionais de plantas para expandir os negócios. Segundo o relatório, as vendas de plantas do tipo, com patentes baseadas em cruzamentos naturais, vão aumentar de 700 milhões de dólares hoje para 3 bilhões de dólares em 2020.

Fonte: Revista Galileu

outubro 13th, 2016

nwmidia

(0) Comentarios!

Apoio da Bosch gera 21 pedidos de depósito de patentes

Desde 2014, empresa aprovou, junto ao CNPq, 84 bolsas do Inova Talentos

O incentivo dado pela Bosch às pesquisas no Brasil recentemente resultou em 21 pedidos de depósito de patentes. Com os resultados, a empresa pretende reforçar sua estratégia de localização para atender a demandas que aumentem a segurança, a eficiência energética e reduzam emissões de poluentes.

Os pedidos de depósito de patente são o resultado concreto de um empenho da Bosch. Desde 2014 a fabricante de autopeças aprovou, junto ao Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), 84 bolsas do Inova Talentos para atuação de pesquisadores em diferentes áreas da organização.

“O Inova Talentos é uma excelente oportunidade para as empresas reduzirem as barreiras que existem quando o assunto é pesquisa e desenvolvimento. Dessa forma, o programa ajuda a tirar da gaveta ações inovadoras, mas que muitas vezes não conseguem ir em frente pela falta de mão de obra qualificada”, diz o gerente de inovação e propriedade intelectual da Bosch Brasil, Bruno Bragazza.

Cinco bolsistas do Inova Talentos na Bosch tiveram seus trabalhos premiados graças aos vieses de inovação e performance.

Veja abaixo a lista de projetos premiados:

– Prêmio AEA de Meio Ambiente 2015, categoria Tecnologia Diesel, case “Potencial de aquecimento global de um motor de duplo combustível durante sua operação”, de Nara Tudela Haberland (bolsista) e Frederico Tischer (tutor);
– Prêmio Inova Talentos, etapa estadual, categoria Equipe Destaque, case “Desenvolvimento de tecnologia para substituição de diesel por gás natural em motores de veículos comerciais”, de Vivian Machado (bolsista) e Jason de Barros (tutor);
– Prêmio Inova Talentos, etapa estadual, categoria Artigo Destaque, case “Desenvolvimento e aplicação de simulação vibroacústica em bomba diesel UP-SP” de Renato Normandia Tavares (bolsista) e Avelino Souza (tutor);
– Prêmio Inova Talentos, etapa estadual, indicação para a etapa nacional categoria Equipe Destaque, case “Desenvolver teste de durabilidade acelerado para sistemas de injeção diesel (redução de 80% em tempo de testes)”, de Eduardo Fonseca Pedralli (bolsista) e Avelino de Souza (tutor);
– Prêmio Inova Talentos, etapa estadual, indicação para etapa nacional categoria Artigo Destaque, case “Avaliação térmica da eletrônica de controle PWM (Pulse Width Modulation) e mecanismos de proteção contra interversão de polaridade de bateria em circuitos de alta corrente”, de Guilherme Fuzato (bolsista) e Isaac Gentini (tutor).

Fonte: Automotive Business

outubro 5th, 2016

nwmidia

(0) Comentarios!

ONG luta contra patente de fármaco para hepatite C

Berlim – O Escritório Europeu de Patentes começou nesta terça-feira a estudar a demanda apresentada pela ONG Médicos do Mundo contra a patente do Sofosbuvir, princípio ativo do fármaco contra a hepatite C Sovaldi, em um primeiro passo para tentar abrir a porta a remédios genéricos de menor preço.

Em comunicado, a ONG Médicos do Mundo ressaltou que trata-se da primeira vez que uma organização médica se apresenta como litigante na Europa para melhorar o acesso dos pacientes aos remédios.

O tratamento com Sovaldi, da farmacêutica americano Gilead, pode alcançar os 60 mil euros (US$ 67,3 mil).

A ONG sustenta que ao registrar seu remédio, a empresa não apresentou a fórmula exata do sofosbuvir, mas uma ampla composição química, e também não um método específico para fabricá-lo sinteticamente.

Além disso, segundo sua opinião, princípios ativos como sofosbuvir já estavam à disposição da ciência, por isso que o remédio não tem caráter inovador.

O Escritório Europeia de Patentes, com sede em Munique (sul da Alemanha), registrou no ano passado quase 270 mil expedientes, com as inovações na área da tecnologia medicina na liderança da lista de inscrições.

No setor da farmácia foram apresentados no ano passado nesse escritório 5.884 solicitações de patentes.

Fonte: Exame Abril