maio 27th, 2015

nwmidia

(0) Comentarios!

Apple pede patente para hotspot mobile

A Apple requereu uma patente para um aparelho que simplifica a criação de pontos de acesso Hotspot à internet. Ele basicamente seria um cilindro de 5cm dedividido em duas metades, uma com antena e cartão SIM e a outra com uma bateria, que poderia ser trocada. Não teria nenhum botão ou configuração física, apenas por software.

Analistas acreditam que este seja um indício de que a empresa pretende tornar seu Apple Watch independente do iPhone em breve, provavelmente na próxima geração do relógio. Bastaria andar com o pequeno hotspot no bolso (ou pendurado no pescoço) para que o Watch tivesse acesso a internet via Bluetooth, sem prejudicar sua bateria interna. O hotspot portátil também serviria para fornecer internet móvel a tablets e computadores.

Fonte: Notícias Yahoo

maio 22nd, 2015

nwmidia

(0) Comentarios!

Pioneira dos buscadores da web põe patentes à venda

20150521154404_660_420

A Lycos, empresa da internet responsável por um dos primeiros buscadores da rede (lançado em abril de 1995), colocou à venda algumas patentes. As propriedades intelectuais em oferta incluem tecnologias relacionadas buscas, jogos e propagandas. A empresa diz que pretende vender as patentes para focar em produtos físicos ligados à internet.

Em uma declaração oficial, o presidente da empresa, Brad Cohen, disse que deseja “utilizar todos os recursos da nossa companhia de uma maneira consistente com as atuais tendências do mercado”. Segundo a empresa, o intuito é “criar uma relação colaborativa e mutuamente benéfica” com outras empresas do ramo.

Além de desenvolver um dos primeiros buscadores da internet, a Lycos é responsável também por algumas tecnologias que ainda são utilizadas atualmente. Um exeplo disso são os “crawlers”, bots que circulam pela rede indexando novos sites aos buscadores.

Com a venda das patentes, algumas tecnologias cuja implementação estava “vetada” podem começar a aparecer em outros buscadores. O próprio Google já teve problemas com patentes da Lycos, e quase teve que pagar 30 milhões em indanizações.

Apesar de sua idade, a Lycos continua no ar, e uma versão da página em 1996 pode ser visualizada no Web Archive.

Fonte: Olhar Digital

maio 19th, 2015

nwmidia

(0) Comentarios!

JUSTIÇA DETERMINA QUE SAMSUNG VIOLOU PATENTES DA APPLE

DECISÃO EXCLUI O IPHONE, O QUE PODE REDUZIR O VALOR DA MULTA A SER PAGA PELA EMPRESA SUL-COREANA

462472766

Um tribunal federal de apelações dos Estados Unidos determinou nesta segunda-feira (18/05) que a Samsung violou várias patentes da Apple, mas não o conjunto do iPhone, o que pode reduzir o valor da multa a ser paga pela empresa sul-coreana.

O tribunal com sede em Washington, que se encarrega de supervisionar litígios relacionados com patentes, reafirmou assim o veredicto de um júri federal que concluiu, em agosto de 2012, que vários dispositivos da Samsung tinham violado patentes da Apple.

No entanto, o fato de o tribunal considerar que a Samsung não copiou o conjunto do smartphone da Apple deve reduzir a compensação prevista inicialmente em US$ 930 milhões.

A Samsung tinha solicitado que a multa fosse reduzida em US$ 382 milhões alegando que seus telefones não eram uma réplica do iPhone.

A Apple apresentou um processo contra a Samsung em 2011, no qual acusava a sul-coreana de violar patentes relacionadas com o design de seus dispositivos móveis.

A empresa americana ganhou o julgamento em agosto de 2012, no qual um júri federal determinou que a Samsung deveria pagar-lhe US$ 1,05 bilhão em danos.

Após várias revisões pelos tribunais, o montante ficou fixado em US$ 930 milhões, uma quantia que será avaliada novamente após o veredito de hoje.

Fonte: Época Negócios

maio 14th, 2015

nwmidia

(0) Comentarios!

EUA têm onda de pedidos de patentes de tecnologias para ‘leitura da mente’

Dispositivos para analisar o que alguém realmente pensa sobre um produto, videogames controlados por ondas cerebrais e aparelhos que prometem mudar o seu humor em minutos.

Essas são algumas das promessas da chamada neurotecnologia – uma área que vem crescendo nos Estados Unidos, com uma onda de pedidos de patentes de tecnologias ligadas à ‘leitura da mente’.

Entre 2000 e 2009, foram menos de 400 pedidos de patentes na área de neurotecnologia nos Estados Unidos, segundo a rede que reúne pesquisadores de estudos neurológicos SharpBrains. Esse número dobrou para 800 em 2010 e, em 2014, subiu para 1,6 mil.

Apesar de muitos pedidos estarem relacionados a área médica, como dispositivos para lidar com lesões cerebrais, a maioria deles tem pouco ou nada a ver com assuntos ligados à saúde.
“Estamos presenciando um florescer da chamada era da tecnologia invasiva”, disse o executivo-chefe da SharpBrains, Alvaro Fernandez.

“A neurotecnologia vai bem além da Medicina, com empresas que não são da área da saúde desenvolvendo tecnologias para facilitar nosso trabalho e nossa vida.”

Humor

Nessa área de neurotecnologia, o instituto de pesquisa Nielsen têm a maior número de patentes: 100. Em seguida vem a Microsoft, com 89 patentes para softwares que podem acessar estados mentais. Um dos setores que mais cresce é o explorado por empresas como a Thync, uma start-up que está desenvolvendo um dispositivo que se conecta com sensores cerebrais para alterar o humor da pessoa em pouco tempo, da mesma maneira que um café ou uma bebida energética.

Também vem havendo um crescimento na área de videogames controlado por ondas cerebrais, caso de uma parceria entre uma empresa que faz aparelhos de eletroencefalograma e o Institute of Electrical and Eletronics Engineers (IEEE).

Marketing

Também há empresas que exploram o que vem sendo chamado de neuromarketing, ou seja, usam eletrodos para monitorar atividades cerebrais para, assim, tentar decifrar o que alguém está pensando sobre determinado produto ou propaganda.

O pesquisador Matt Wall, do Centre for Imaging Science, do Hospital Hammersmith, na Inglaterra, afirmou que há muitas empresas sérias nesse campo, mas fez um alerta em relação às companhias de neuromarketing que surgiram nos últimas anos.”

“Por conta da alta disponibilidade e do baixo custos de equipamentos de eletroencefalograma atualmente, essas empresas se escoram em técnicas de análise cerebral que vendem como sofisticadas, que conseguiriam medir dados como o interesse de uma pessoa em determinado tema ou produto, baseado nos sinais registrados no eletro”, diz Wall.

”Mas qualquer pesquisador dessa área sabe que isso é pura balela. Essas empresas acabam fazendo sucesso ao produzirem impressionantes gráficos com dados científicos e ao mostrarem resultados que parecem convincentes o suficientes para que os marqueteiros comecem a vender algum produto.”

Fonte: BBC

maio 12th, 2015

nwmidia

(0) Comentarios!

Boeing cria aparelho que ajuda passageiros a dormir no avião

Patente da Boing: dispositivo que ajuda os passageiros a dormir com mais conforto
Patente da Boing: dispositivo que ajuda os passageiros a dormir com mais conforto

São Paulo — Qualquer pessoa que já viajou de avião, especialmente na classe econômica, sabe que poucas coisas na vida são mais difíceis do que tirar um cochilo durante um voo. Mas a fabricante de aviões Boeing registrou uma patente que pode tornar essa tarefa mais um pouco mais fácil. O problema é que ela é um pouco estranha.

A empresa registrou no Escritório Norte-americano de Patentes um “sistema de apoio de sono”: o aparelho consiste em uma espécie de mochila equipada com cabeceira, chamada na patente de “abertura de alívio facial”.

O aparelho fica sob as poltronas do avião. Depois que a mochila é retirada, o passageiro deve desdobrá-la, prendendo as alças no topo da poltrona, para que o passageiro se incline e durma com a cabeça voltada para baixo. Segundo a patente, o angulo do descanso para cabeça e do suporte para o corpo são ajustáveis.

Como o sistema é apenas uma patente, ainda não é certo se a Boeing irá instalá-lo em seus aviões. Mas, mesmo parecendo uma cama de massagens, ele já é uma esperança para passageiros insones.

Fonte: Exame Abril