novembro 12th, 2014

nwmidia

(0) Comentarios!

Inventor cria máquina que transforma refrigerante em água potável

Há muitos países no mundo em que é mais fácil conseguir uma garrafa de Coca Cola do que um copo de água potável. Não é surreal? Em uma intervenção criativa e recheada de crítica, o artista multidisciplinar Helmut Smits criou uma máquina capaz de transformar refrigerante em água pura. Chamado de “The Real Thing” – qualquer semelhança com um dos motes da marca não é mera coincidência. O projeto foi apresentado durante a Dutch Design Week, a Semana de Design da Holanda.

O artista teve a ideia de criar a máquina em 2006, mas precisou da ajuda de Martien Wündermann, do Synthetic Organic Chemestry Gorup, da Universidade de Amsterdam, para colocá-la em prática. A invenção ferve o refrigerante, condensando o vapor criado e adicionando sais minerais para tornar a água própria para o consumo.

“Quando eu olhei para a Coca Cola como se fosse a primeira vez, eu vi água suja e marrom, então me pareceu lógico filtrá-la para ter água potável, assim como fazemos com o esgoto”, afirma Helmut Smits. Alguns estudos mostram que para produzir 1 litro de Coca Cola, são gastos 9 litros de água potável e, segundo o artista, este foi outro fator que o motivou a seguir em frente com o projeto. “É absurdo”, afirma ele.

O artista não pretende vender máquinas como esta e muito menos bater de frente com a multinacional. Para ele, a “The Real Thing” é a forma que encontrou para fazer as pessoas refletirem sobre o mundo e o que tem dentro de seus copos.

coca-cola-agua1

coca-cola-agua4

coca-cola-agua5

coca-cola-agua6

coca-cola-agua7

Fonte: Hypeness

novembro 3rd, 2014

nwmidia

(0) Comentarios!

Piso em estação de metrô na França gera energia por meio de passos

A cada passo que cada pessoa no mundo dá, energia poderia ser gerada para acender lâmpadas e carregar gadgets. Para a Pavegen, essa pode ser uma realidade em cerca de 10 anos, mas por enquanto, é só um teste. Na estação de metrô de Sait-Omer, no norte da França, 14 peças retangulares foram instaladas no chão, por onde passam milhares de pessoas todos os dias. O resultado foi energia limpa suficiente para alimentar lâmpadas LED e permitir que os passageiros recarreguem seus celulares em duas portas USB instaladas em um banco.

Toda vez que alguém pisa na placa, o material, feito 100% com borracha reciclada, se curva levemente, criando cerca de 7 watts de energia cinética convertida, que é armazenada em pequenas baterias embutidas no piso e pode ser utilizada em até 72 horas.

Gerar energia solar ou eólica é mais prático, mas nem sempre viável em grandes centros urbanos. Embora um passo na placa a Pavegen crie energia suficiente apenas para manter uma lâmpada acesa por alguns segundos, basta pensar em quantos passos as pessoas dão por dia para entender o potencial dessa tecnologia.

 

 

pavegen1

pavegen2

pavegen3

pavegen4

pavegen5

Fonte: Hypeness