maio 18th, 2011

nwmidia

(0) Comentarios!

Registro de Marcas, Patentes e Domínios

O registro da marca da empresa pode ser mais importante do que se imagina, pois mesmo promovendo a abertura da empresa e depois de alguns anos com a marca consolidada e conhecida tanto por fornecedores como consumidores e de repente, se recebe uma intimação para que mude o nome de sua empresa pois aquela marca foi registrada por uma empresa que acabou de surgir.

O nome empresarial é válido apenas no estado em que foi registrada a empresa, a logomarca, a marca que se irá trabalhar para fortalecer devem ser protegidas com o registro da marca, é bastante similar a uma propriedade de imóvel, só quem registra é dono. Engana-se quem ignora que sua marca não é forte o bastante ou porque sua empresa é pequena está enganado, não importa o tamanho do seu negócio. O investimento na marca, atualmente, representa significativa importância. Um dia pode valer mais que se imagina.

Marca é todo sinal distintivo utilizado para a identificação dos produtos e/ou serviços daquele que a explora, perante o público consumidor, sendo requisito básico para a sua existência a novidade e a originalidade, com relação às marcas anteriores. A marca serve para distinguir os produtos e os serviços de uma empresa e principalmente seu nome comercial.

Já a patente está ligada diretamente a um produto, é algo concreto, visível e palpável.

Existe ainda o domínio na internet. Proteger o nome ou a marca da empresa para ter um site com a mesma denominação é necessário para que não haja transtornos no futuro. Existem diversos casos em que pessoas registram nomes de terceiros para depois tentar negociar, são os chamados “ciber posseiros”, é um ato de pirataria moderna e bastante frequente.

O advogado Dr. Marcos Camargo, do escritório do advogado José Humbero, recomenda que deve-se encarar a Internet como um elemento revolucionário, motivo pelo qual proteger a marca também na internet é mais que necessário, é imprescindível.

Fonte: http://josehumbertoadvogado.blogspot.com



maio 11th, 2011

nwmidia

(0) Comentarios!

Uma galeria para quem é inovador

Antonio Abrantes, que atua como pesquisador de patentes do INPI, criou em 2002 o site Galeria de Inventores Brasileiros, reunindo informações acerca do trabalho de inventores brasileiros. Os dados são coletados através de pesquisa do que sai na mídia ou do que já se encontra no mercado.

O site, que foi criado com apenas sete categorias, engloba atualmente 24 áreas. Com cerca de 1500 inventores cadastrados e um número de 100 acessos por dia, o site é hospedado atualmente pela Rede de Tecnologia do Rio de Janeiro – REDETEC.

Segundo Abrantes, as áreas de fármacos, meio-ambiente e construção civil são as que mais se destacam. Ele faz questão de frisar que o site não tem qualquer intuito comercial, ressaltando ainda que a inclusão de um determinado invento ou trabalho na galeria não diz respeito a qualquer tipo de análise, teste, aprovação ou reconhecimento de patente.

Mas há de fato produtos e inventos desenvolvidos no Brasil que vêm ganhando destaque lá fora, sendo comercializados em diversos países, como Estados Unidos, África do Sul, entre outros. E o investimento em pesquisa e desenvolvimento não só vem crescendo, como rende frutos. Em 2010, por exemplo, as solicitações de patentes por parte de instituições de ensino e pesquisa brasileiras tiveram um aumento de 420%, se compararmos ao número de pedidos de 2006.

Na Galeria de Inventores Brasileiros, os trabalhos de instituições de ensino e pesquisa são expressivos. Dentre estes, vale citar a pesquisa com fosfatos, iniciada em 1989 pela equipe do Instituto de Química da Universidade de Campinas – Unicamp, que resultou num pigmento para a produção de tintas bem mais barato. Na área de saúde, o desenvolvimento de anticorpos para exames clínicos e marcadores de tumores cancerígenos, a partir de um trabalho na Universidade Federal do Rio Grande do Sul – UFRGS, sugere grandes avanços no tratamento contra o câncer.

Confira o site: http://www.redetec.org.br/inventabrasil/

Fonte: www.inpi.gov.br